comportamento garçom

[Fala, garçom!] TPM... Vai acontecer!

10:19Rafaela Namorato

"Por minha culpa, minha tão grande culpa"... É muito tempo sem falar com vocês, minha gente!!! Por isso, já comecei pedindo desculpas, mas é que os dias estão correndo na mesma velocidade que o Usain Bolt. E estou pra te contar que está difícil acompanhar. 

Bom, feita a mea-culpa, é hora de reabrirmos os trabalhos! E como hoje é segunda-feira, é dia de prosear com o nosso idolatrado, salve salve, garçom! Hoje ele está afiado. Ainda mais que o assunto é algo que afeta não só as mulheres, mas como toda a população do universo. Vem conferir qual é a boa desta semana!

TPM... Vai acontecer!


Tem umas coisas que para a gente entender bastaria prestar atenção nos detalhes, os homens precisam aprender muito com relação a isso. Então, vamos ao que andei pensando esse fim de semana ao lidar no O Boteco Feminino.

Grande parte das pessoas já ouviu uma expressão que diz "as mulheres amadurecem mais cedo". Uma menina de doze anos tem uma maturidade de dezesseis, a de dezesseis pensa como uma de vinte e assim sucessivamente...

Já os meninos... O de doze pensa como um de dez, o de quatorze é pré-adolescente como o de doze... Tem uns de dezoito, vinte ou vinte e cinco que são moleques até hoje.

Melhor, então, falar das mulheres que são nossa clientela aqui. Elas amadurecem mais cedo porque desde sempre têm que lidar com coisas que a incomodam, como o machismo, o controle de comportamento ("Fecha essas pernas, menina não senta assim... Lembre-se que está de saia", ou então, "Não gosta de saia??? Mas devia usar... Você é menina")... Tem que brincar de casinha, gostar de cozinhar. Tem que se manter higienizada e penteada. E, logo logo, tem que lidar com o ciclo menstrual, cólicas e dores de cabeça...


As mulheres sofrem muito mais pressão em tudo e têm que aprender a lidar com isso. Não há outro caminho, em razão disso, amadurecem. Os homens muitas vezes não amadurecem nem em entender este universo. Dizem que as mulheres são complicadas demais e só sabem reclamar da TPM e das dores de cabeça. Se tivessem prestado atenção minimamente nas aulas de ciências sobre quando se fala do aparelho reprodutor, eles teriam, talvez, uma maior facilidade em saber porque isso acontece. Só que isso é a parte biológica e a minha pauta aqui é emocional.

Queria poder ensinar aos homens sobre como lidar com a TPM, porque querendo ou não ela vai acontecer... E se a menstruação atrasar pode ser mais preocupante ainda (risco de gravidez...alegria de uns pesadelo de outros). Pois bem, durante aproximadamente uma semana no mês sua mulher fica menstruada. Esse não é o pior período. A TPM acontece uma semana antes e nestes dias você deve saber o seguinte: sua mulher vai se sentir carente, vai achar que não é mais bonita, nem atraente... terá quase certeza que você não gosta mais dela; que você tem uma amante ou está interessado em outra pessoa. Os seios costumam inchar e ficar doloridos... Sentirá cólicas... Ficará emotiva e talvez até fique chorando por qualquer motivo. É previsível, mas com algumas variações. Sabendo que vai acontecer e até podendo calcular o período, ao invés de reclamar, tente agir contra os sintomas... Dê a ela atenção. Se estiver com dor de cabeça faça massagem nos pés. Compre dos bombons ou chocolates que ela gosta. Ao invés de esperar ela cozinhar chame-a pra comer fora, pode ser só tira-gostos do churrasquinho. Compre bem-casados e deixe um bilhetinho surpresa... Isso não é gasto ou chateação... É investimento! E eu posso garantir: os homens que agirem assim serão recompensados... 

Essa é a dica que entrego de bandeja pra vocês.



Cássius Lopes: Nascido e bem vivido em Ubá. Por formação Professor de História e por circunstância uma série de outras coisas: Porteiro, Pintor de Murais, Conselheiro Tutelar, Contador de Estórias, Assessor de Estudos Bíblicos, Bonequeiro. Atuando desde 2009 como Gerente de Divisão de Cultura na Secretaria de Cultura de Ubá.

You Might Also Like

0 comentários

Deixe seu comentário. Ele é muito importante para nós!

Snapchat: @obotecofeminino

Snapchat: @obotecofeminino

Arquivo do blog

Formulário de contato